As provas de corrida em Portugal


A convite do Programa Nacional de Marcha e Corrida, fizemos uma comunicação no Congresso Internacional de Corrida, que decorreu no princípio de Dezembro, que tentava caracterizar um pouco o sector da corrida no nosso país.
Baseámos o nosso trabalho no excelente calendário de João Lima e nos resultados que fomos publicando na Revista Atletismo. Colocámos todas as provas de cariz aberto, ou seja, sem estarem exclusivas para os federados, e em todas elas “resumimos” as diferentes distâncias para uma única entrada (por exemplo, um trail que tenha quatro distâncias, fica apenas com o nome e o total dos classificados divulgados).


Assim, nas nossas conclusões, registámos um total de 870 provas (468 de estrada; 335 de trail); os meses de abril, maio e junho, tiveram mais provas, seguidos de perto por Julho e Outubro (estes cinco meses viram 479 provas!). Na estrada, houve 203 provas de 10 km, 46 de meia maratona e nenhuma entre a meia e a maratona!
Em termos de participação (apenas os atletas registados no final), temos:

Tipo
2016
2015
Variação
percent
Estrada
294754
260579
34175
13,1%
Diversos
3252
2242
1010
45,0%
Montanha
1773
991
782
78,9%
Pista
463
293
170
58,0%
Trails
105911
69315
36596
52,8%
Crosse
6466
4028
2438
60,5%
Totais
412619
337448
75171
22,3%


Assim, aumentaram as participações em mais de 20% (subida menos significativa na estrada) e apenas tivemos uma prova acima de 10000 concorrentes chegados (foram três em 2015). Depois, tivemos 8 acima de 5000 concorrentes chegados e mais 17 acima de 2000.
Podem ver aqui um resumo da comunicação.


Comentários

Publicar um comentário